Em Audiência Pública, moradores da Vila Luizão rejeitam construção de lanchonetes em área reservada à Sistema de Abastecimento 

Em Audiência Pública, moradores da Vila Luizão rejeitam construção de lanchonetes em área reservada à Sistema de Abastecimento 

Populares confirmaram que existiam prioridades muito mais importantes no bairro

Propor, discutir e decidir sobre o destino de um terreno, invadido pela Prefeitura de São Luís, visando construir quatro lanchonetes sem nenhuma utilidade para a coletividade, foi o principal objetivo de uma reunião comunitária realizada na noite desta sexta-feira (07), na Praça da Vila Luizão.

Conforme já revelamos anteriormente, a área invadida estava destinada para construção de um sistema de abastecimento de água, mas ignorando as dificuldades hídricas que os moradores enfrentam, o prefeito Eduardo Braide (Podemos) levou o programa “Prefeitura no Bairro” ao bairro, porém, ao invés realizar prioridades urgentes da população, preferiu invadir a propriedade que não era da prefeitura, para construir lanchonetes para quatro pessoas, atendendo ao pedido do irmão Fernando Braide (PMN), que é pré-candidato a deputado estadual, conforme depoimentos ao blog.

Com o objetivo de solucionar a polêmica ocupação do espaço, que pertence à comunidade, o vereador Antônio Marcos Silva – Marquinhos (DEM), resolveu buscar o instrumento de participação popular de forma direta, voluntária e universal para ouvir a população sobre a questão.

“A única forma que nós tínhamos de resolver esse problema foi ouvindo a comunidade. Reconhecemos o direito ao trabalho digno das pessoas que seriam beneficiadas com as lanchonetes, mas isso não era uma prioridade da comunidade. Além disso, no conflito entre o direito individual e o coletivo, deve prevalecer o direito coletivo. Foi isso que a comunidade decidiu: que o terreno deve ser reservado para que a população tenha um sistema de abastecimento ou um espaço de lazer”, declarou o parlamentar.

Leia mais notícias em www.dalvanamendes.com e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Blog por WhatsApp pelo telefone (98) 98784-1834.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *