Prefeitura segue com programação de aniversário de São Luís e realiza Sarau Histórico nesta quinta-feira

Prefeitura segue com programação de aniversário de São Luís e realiza Sarau Histórico nesta quinta-feira

Para exaltar a cultura e as belezas da capital, que este mês celebra seus 407 anos, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), realizará uma edição especial do Sarau Histórico nesta quinta-feira (12), a partir das 19h, no Complexo Deodoro. Na ocasião, o público poderá conhecer mais sobre a história da cidade em evento que reúne músicas, poesias e teatro. A ação, que é parte da programação festiva organizada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior para o aniversário de São Luís, integra o programa Reviva Centro.

O evento tem como objetivo principal propagar a cultura ludovicense aos turistas e moradores, oferecendo um evento gratuito e de qualidade, bem como disseminar as raízes culturais de São Luís para valorizar a cidade e toda a sua riqueza cultural.

“As ações do programa Reviva Centro resgatam a cultura maranhense para todos os ludovicenses e visitantes que chegam aqui. Além disso, a gestão do prefeito Edivaldo busca movimentar a economia da cidade atraindo a população de volta para os espaços públicos”, explica a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.

O grupo Tramando Teatro será o responsável por apresentar ao público a peça comemorativa, levando todos a um passeio pela história da cidade que é Patrimônio Cultural da Humanidade. Antes da apresentação, o público poderá relembrar músicas que marcaram época com a banda Mákina du Tempo, conhecida pelo seu rico e diversificado repertório.

Bailarina do Bolshoi é homenageada na Asssembleia

Bailarina do Bolshoi é homenageada na Asssembleia

A bailarina Bruna Gaglianone recebeu, nesta segunda-feira (9), na Assembleia Legislativa do Maranhão, a medalha do mérito legislativo João do Vale, proposta pelo deputado César Pires (PV). A homenagem, em sessão solene presidida pelo deputado Wellington do Curso (PSDB), foi um reconhecimento ao talento da maranhense que é dos seis estrangeiros que compõem o Teatro Bolshoi, da Rússia.

“O que fazemos hoje é uma justa homenagem ao talento, à persistência e a abnegação dessa jovem maranhense que conquistou seu espaço no mais famoso balé do mundo, que deve servir de exemplo e ser orgulho para os caxienses e para todos os maranhenses”, enfatizou César Pires, ao justificar a concessão da medalha João do Vale a Bruna Gaglianone.

Nascida em Caxias, Bruna Gaglianone é filha de Francisco e Eliana Gaglianone. Aos oito anos de idade, ela iniciou os estudos de balé clássico em São Luís. Com 12 anos, realizou o exame e foi aprovada na seleção da escola do Teatro Bolshoi no Brasil, e por isso mudou-se para Joinville, em 2003. Em 2011, iniciou a vida profissional no Teatro Bolshoi em Moscou, onde atualmente é bailarina do primeiro corpo de baile e realiza vários papéis de solista e principal.

Emocionada, Bruna Gaglianone agradeceu pela medalha que definiu como um reconhecimento não somente ao seu trabalho e sua dedicação à dança, representando o Maranhão fora do país. Para ela, a homenagem do Legislativo reforça a importância de valorizar a arte “que transforma realidades, constrói caminhos e abre novos horizontes”.

“Sinto-me privilegiada por poder representar tantos jovens talentosos e tantas pessoas que lutam pelo desenvolvimento cultural do nosso Maranhão. O esforço é coletivo. Portanto, o mérito é de todos nós. Que a arte continue sendo incentivada e valorizada em nosso estado e em nosso país”, finalizou ela.

Na sessão solene, que contou com a presença de familiares e amigos de Bruna Gaglianone, a bailarina Alícia Saul, da Companhia de Dança Olinda Saul, fez uma breve apresentação em homenagem à bailarina do Bolshoi. “O deputado César Pires, a Assembleia Legislativa e o Maranhão estão de parabéns por homenagear uma maranhense que tão bem representa o nosso estado mundo afora”, enfatizou Wellington do Curso.

Campanha de doação de sangue mobiliza Câmara de São Luís

Campanha de doação de sangue mobiliza Câmara de São Luís

Campanha de doação de sangue mobiliza Câmara de São Luís
Foto: Paulo Caruá

Quem passou pelo pátio principal da Câmara Municipal de São Luís, nesta quarta-feira (04), teve a oportunidade de realizar uma boa ação.

Em parceria com o Grupo Mercúrio, o Legislativo ludovicense promoveu campanha para a coleta de sangue com o auxílio da unidade móvel do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar).

O vereador Estevão Aragão (PSDB), que preside a Comissão de Saúde da Casa e que viabilizou a parceria institucional com a empresa privada, destacou a participação de todos.

“Parabenizo o Grupo Mercúrio que, há quatro anos, promove esta belíssima campanha de doação de sangue e que conta com vários parceiros. Hoje, a Câmara faz parte deste projeto e todos podem participar, servidor e a comunidade em geral. Estou feliz em ter feito a ponte entre o Grupo Mercúrio e a Câmara, onde tivemos aprovação dos vereadores desta Casa. Doar sangue é um gesto grandioso e humanitário que salva vidas”, disse Aragão.

Foto: Paulo Caruá

A coordenadora de coleta externa do Hemomar, Valma Costa, disse que para participar da iniciativa é necessário ter entre 18 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, além de estar descansado e alimentado.

“Recomendamos que as pessoas se hidratem bem e se alimentem antes de doar, mas não há riscos”, explicou.

Segundo ela, um adulto possui em média cinco litros de sangue – e a coleta é de no máximo 450 mililitros, menos de 10% do total.

Segundo o coordenador da campanha e diretor do Hospital do Servidor (HSLZ), Plínio Tuzzolo, o Grupo Mercúrio realiza, anualmente, ações para doações de sangue, em parcerias com várias instituições. Essa já é a quarta edição da campanha que, este ano, tem o slogan “Compartilhe a vida que corre em suas veias” com o objetivo de arrecadar 1.000 bolsas de sangue junto ao Hemomar.

“Só temos a agradecer, uma vez que já arrecadamos cerca de 1.200 bolsas de sangue. O nosso objetivo é estimular a prática de doação de sangue e ajudar a quem precisa. O que nos move para essa campanha, é o espírito de responsabilidade social, é buscar motivar o máximo de pessoas, através do nosso poder de mobilização, ressaltou.

Alguns cidadãos que passavam pela Praia Grande, onde fica a Câmara, também decidiram colaborar. Foi o caso de Jadilson Silva, que é administrador, e que há 10 anos faz doação de sangue. “Visualizei as pessoas doando, me informei e resolvi doar também, já faz 10 anos que sou doador de sangue, este é um gesto de amor ”, contou Jadilson.

Foto: Paulo Caruá

SAIBA MAIS

Para doar, é preciso observar alguns critérios antes de se dirigir à sede do centro em São Luís (Rua 5 de Janeiro, s/n, Jordoa) e passar pela triagem clínica e laboratorial. Veja os critérios na lista abaixo:

  • Idade entre 18 e 65 anos de idade;
  • Peso igual ou acima de 50 kg;
  • Gozar de boa saúde;
  • Documento de identidade com foto.

Após entrevista, o doador doa coleta uma bolsa de sangue, que passa por testes sorológicos (hepatites do tipo A, B e C, aids, sífilis, chagas) e testes imunohematológicos (tipagem sanguínea ABO/Rh, pesquisa de anticorpos irregulares e eletroforese de hemoglobina).

Outras informações podem ser obtidas no site do Hospital Universitário , pelos telefones (98) 3216-1100, (98) 3216-1139, (98) 3216-1137 ou pelo endereço de e-mail hemomar_ma@yahoo.com.br.

César Pires destaca anulação de liminares que “obrigou” UEMA a matricular pessoas no curso de Medicina em Caxias

César Pires destaca anulação de liminares que “obrigou” UEMA a matricular pessoas no curso de Medicina em Caxias

O deputado Cesar Pires comemorou o fator de o juiz Sidarta Gautama, da 1ª Vara Cível de Caxias, de ter anulado cinco decisões judiciais em que ele mesmo obrigou a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), por meio de liminares, a matricular pessoas no curso de Medicina daquela universidade em Caxias . O parlamentar denunciou o caso na semana passada, questionando a legalidade dessas decisões e em defesa da qualidade do ensino, afetada pela superlotação.

“Esse é o resultado da ação do Poder Legislativo, no sentido de dar voz aos cidadãos que têm seus direitos desrespeitados. Fomos acionados por alunos, pais e professores, e cobramos providências, inclusive do Poder Judiciário. Quando a Assembleia Legislativa tiver mais consciência da sua força, o povo do Maranhão viverá com mais justiça e mais igualdade”, enfatizou César Pires.

O caso foi denunciado por alunos, pais e professores, que apontaram ilegalidade nas decisões judiciais favoráveis a estudantes de outros cursos, de faculdades privadas e estrangeiras, que alegavam problemas de saúde para requerer vaga no curso de Medicina da Uema em Caxias. Desde 2016, foram mais de liminares concedidas pelo juiz Sidarta Gautama.

“Continuamos acompanhando essa situação até que seja normalizado o funcionamento do curso de Medicina da Uema em Caxias, assegurando que os alunos que conquistaram suas vagas pelo correto processo seletivo tenham um ensino de qualidade”, finalizou César Pires.

Mais de 8 mil petistas estão aptos a votar nas eleições internas do PT em São Luís

Mais de 8 mil petistas estão aptos a votar nas eleições internas do PT em São Luís

Filiados participam no próximo domingo (8) das eleições que deve escolher dirigentes do partido; veja os locais de votação.

Os petistas devem conhecer na próxima semana os novos dirigentes do partido que serão responsáveis pelas articulações da legenda para as eleições de 2020. O PED (Processo de Eleição Direta) do PT realizado neste domingo (08) é considerado o maior processo de eleição de um partido no país.

De acordo com dados da Secretaria Nacional de Organização do partido, mais de 4,2 milhões de filiados estão aptos a escolher os novos dirigentes da sigla. No Maranhão, um total de quase 50 mil filiados podem comparecer as urnas.

Na capital maranhense, segundo os dados disponibilizados no site oficial do partido, mais de 8 mil filiados deverão se dirigir aos quatro locais de votação onde as urnas eletrônicas serão instaladas.

Na eleição do Ped em 2017, pouco mais de 20% dos 5 mil filiados foram votar. Este ano, houve um crescimento de 3 mil filiados e a expectativa é que haja aumento significado no percentual de votantes.

Confira abaixo abaixo os locais de votação, definidos de acordo com a zona de votação de cada eleitor filiado.

Locais de votação:

Os filiados que votam na zona 89

AMU- Associação de Moradores da Unidade 201, na Cidade Operária.

Filiados que votam na 3-10-88 zona

Colégio Cintra

Filiados que votam 90-91 zona

Teatro Itapecuruaiba Grita, na rua Mônaco, no Anjo da Guarda.

Filiados que votam na 1-2-76 zona

No Centro de Ensino Bernardo Coelho Almeida, na Rua Rio Branco, no centro.

Juiz revoga liminar de aluno que já estava no 7º período de Medicina da Uema em Caxias

Juiz revoga liminar de aluno que já estava no 7º período de Medicina da Uema em Caxias

Depois de anular cinco das 17 liminares que havia concedido para a transferência de alunos de universidades particulares para o Curso de Medicina da Uema em Caxias,  o juiz Sidarta Gautama derrubou uma sexta liminar.

Segundo informações do Blog Gilberto Léda essa nova decisão atinge um aluno que já estava no 7º período do curso.

Segundo a documentação do processo, ele alegou depressão e problemas cardíacos do pai quando ainda estava no 2º período de uma universidade particular de Goiás.

A decisão, revogando a liminar anterior, foi tomada ontem (3).

Bolsonaro anuncia carteira de estudante digital: ‘Vai faltar dinheiro para PCdoB’

Bolsonaro anuncia carteira de estudante digital: ‘Vai faltar dinheiro para PCdoB’

Folha de S. Paulo

(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

O presidente Jair Bolsonaro fez uma provocação nesta terça-feira (3) ao PCdoB e disse que o partido de esquerda perderá recursos com a assinatura de medida provisória que cria uma carteira de identidade digital para estudantes.

A expectativa é que a iniciativa seja anunciada, em evento no Palácio do Planalto, até o final desta semana. O objetivo dela é esvaziar a carteirinha emitida por entidades estudantis, como a UNE (União Nacional dos Estudantes).

“Não vai ter mais que pagar para a UNE, que quem manda lá é o PCdoB”, afirmou. “Vai faltar dinheiro para o PCdoB, hein!?”, acrescentou.

Beto Castro denúncia suposta irregularidade na eleição para conselheiros tutelares em São Luís

Beto Castro denúncia suposta irregularidade na eleição para conselheiros tutelares em São Luís

100%AudimaEleição para conselheiros tutelares é pauta de debate na Câmara de São Luís
Foto: Jr. Celedônio

A falta de transparência e suposta denúncia de irregularidade que estaria ocorrendo no processo de escolha dos novos Conselheiros Tutelares repercutiu, nesta quarta-feira (28), na Câmara Municipal de São Luís. O vereador Beto Castro (Avante) subiu na tribuna para apontar alguns vícios no processo de escolha dos candidatos.

Ao se pronunciar, Beto Castro destacou, citando relatos de postulantes ao cargo, a falta de desorganização do processo conduzido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), com o descumprimento do edital que regula o processo, bem como o descumprimento de itens do edital e a falta de transparência na realização da prova realizada pela banca examinadora.

“Recebemos diversas denúncias sobre algumas irregularidades que vem ocorrendo no processo de escolha dos novos Conselheiros Tutelares do de São Luís. A falta da publicidade devida na divulgação do processo de escolha, a falta de acesso à informação pelos candidatos e o descumprimento de itens do edital, são algumas das irregularidades apontadas. Além disso, os candidatos denunciam que não houve qualquer transparência na contratação da banca examinadora e a exigência de novos requisitos pela mesma, o que é ilegal”, disse Beto Castro.

Entre os apartes e pronunciamentos no plenário Simão Estácio da Silveira, destaque para os vereadores Estevão Aragão (PSDB), Marcial Lima (PRTB), Umbelino Júnior (Cidadania), Genival Alves (PRTB) e Raimundo Penha (PDT).

“Desde o início estamos acompanhando o processo e já recebi denúncias de amigos que fizeram relatos sobre casos absurdos, inclusive, com impedimento de inscrição pelos simples fato de manter laços de amizades com políticos. Por estar comprometido, esse processo deveria ser investigado para que se tomem as devidas providências visando garantir a lisura do processo de escolha dos novos Conselheiros Tutelares de São Luís”, destacou Marcial Lima.

O vereador Genival Alves frisou, durante apartes de colegas na tribuna, que era a favor da anulação do processo e pediu que o vereador Beto Castro – que trouxe o caso à Câmara – declinasse os nomes dos envolvidos nas supostas denúncias de irregularidades.

“Se existe vícios ou irregularidades então existe a possibilidade do processo eleitoral estar comprometido. Somos favoráveis à anulação, mas é necessário que vossa excelência decline o nome da pessoa beneficiada para que se possa tomar as medidas cabíveis”, sugeriu o parlamentar.

Representante da Câmara no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), Raimundo Penha ocupou o espaço do grande expediente para fazer alguns esclarecimentos. O parlamentar afirmou ser necessário analisar o caso para tomar algumas medidas que não viesse comprometer o processo.

“Esta Casa tem assento no CMDCA e tem todo o direito de se preocupar com o processo, mas é necessário analisar o caso antes de tomar qualquer medida que não viesse comprometer o processo. Sou a favor de buscar uma solução viável para resolução do conflito”, sugeriu o pedetista.

Comissão vai analisar – Ao final da sessão, o segundo vice-presidente da Casa, vereador Nato Junior (PP), que estava conduzindo a sessão, formou uma comissão de vereador para ouvir os candidatos que estava acompanhando os trabalhos pela galeria.

Ele disse, ao propor a criação do colegiado, que a sugestão era necessária não apenas para ouvir depoimentos dos candidatos ou coletar eventuais provas de irregularidades, mas também para acompanhar o processo de escolha visando apurar eventuais vícios. Com o encerramento dos trabalhos, a comissão se reuniu na sala de reuniões com os postulantes para buscar uma saída para o imbróglio.

UEMA e Prefeitura de Pinheiro firmam parceria para recuperar Parque Ambiental da cidade

UEMA e Prefeitura de Pinheiro firmam parceria para recuperar Parque Ambiental da cidade

A mais nova parceria entre Universidade Estadual do Maranhão – UEMA e Prefeitura Municipal de Pinheiro foi selada em reunião com o prefeito Luciano Genésio, do secretário de Meio Ambiente Municipal, Zé Maria, do secretário de Governo, Milton Sá e do reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa.

A proposta é uma ação conjunta para atuação numa nova gestão do Parque Ambiental do Rio Pericumã. A gestão anterior deveria trabalhar na proteção ambiental do Parque mas,  no entanto, desde que as obras iniciaram somente agrediu o meio ambiente.

Os professores Universitários da UEMA pretendem desenvolver projetos de recuperação do ecossistema que foi destruído com a construção do Parque, para que assim essa área passe a ser de fato, um local de preservação do meio ambiente.

Além de estudos, alunos e pesquisadores poderão realizar plantio de espécimes e visa também a implantação de um Ecoponto, um projeto que recolhe resíduos de forma correta e da um retorno para sociedade em forma de auxílio à famílias carentes.

“Parcerias que agregam e promovem principalmente retorno expressivo a sociedade são muito empolgantes para nossa gestão. Somos parceiros da UEMA desde o início do mandato incentivando e promovendo educação para os pinheirenses. Essa agenda é muito importante para nós pois temos uma política preocupada e voltada para questões ambientais. Agradecemos e parabenizamos o reitor Gustavo, os professores e alunos que com muito empenho e competência estão contribuindo para a construção de uma nova história em Pinheiro pautados na educação e preservação ambiental”, disse o prefeito Luciano.

Flávio Dino pede ajuda das Forças Armadas para combater queimadas no Maranhão

Flávio Dino pede ajuda das Forças Armadas para combater queimadas no Maranhão

Fachada do Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão — Foto: Divulgação/Secap

O governo do Maranhão informou no início tarde desta segunda-feira (26) que pediu a adesão do estado no decreto presidencial de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que prevê o uso das Forças Armadas em ações contra as queimadas e desmatamentos ilegais em estados que fazem parte da Amazônia Legal.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Assuntos Políticos (Secap). De acordo com o estado, o governo federal já havia oferecido ajuda para combater os incêndios por meio da parceria com as Forças Armadas. No sábado (24), o Corpo de Bombeiros se reuniu com o Exército para troca de ‘experiências, visando a realização de ações conjuntas em combate às queimadas’.

Corpo de Bombeiros se reuniu com o Exército no último sábado (24) para a 'troca de experiências' — Foto: Handson Chagas/Divulgação/Secap

O Maranhão foi o último estado da Amazônia Legal a aderir ao decreto. Amapá, Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Tocantins e Roraima já haviam pedido ajuda ao governo federal. Um centro de operações foi instalado no Pará para monitorar as ações de combate. E em Rondônia, aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) são usados no combate aos focos.