“Não irei pagar o pato sozinha”, afirma Rosângela Curado, ex subsecretária de Saúde do governo Dino

“Não irei pagar o pato sozinha”, afirma Rosângela Curado, ex subsecretária de Saúde do governo Dino

A ex subsecretária de Saúde do governo do Maranhão, Rosângela Curado, tenta, desde ontem, se recuperar emocionalmente daquilo que ela classificou como sendo o maior vexame de sua trajetória enquanto gestora pública e política.

Por determinação da Justiça Federal, Curado está presa preventivamente acusada de ser um dos “cabeças” de uma organização criminosa que desviou cerca de R$ 18 milhões do setor da saúde do estado.

O caso veio à tona com a deflagração da Operação Pegadores, da Polícia Federal, que revelou um esquema fraudulento, iniciado em 2015, de contratos com empresas privadas e nomeações de centenas de funcionários fantasmas, dentre eles apadrinhados de figurões políticos e auxiliares do governador Flávio Dino (PC do B).

“Ela está extremamente abalada emocionalmente. E disse que não irá pagar o pato sozinha”, revelou ao editor do blog um advogado que teve contato com Rosângela Curado após a sua prisão.

Curado foi indicada para o cargo de subsecretária pelo próprio Dino, que em 2016 apoiou o seu nome para a prefeitura de Imperatriz.

A ex-deputada federal ficou em terceiro lugar no pleito.

Se Rosângela Curado irá, ou não, submeter-se a um acordo com a Justiça e a PF e promover uma delação premiada no caso da “Pegadores”, somente o tempo dirá.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *