MA: Queimadas na Amazônia cresceram 175% durante a pandemia, aponta Inpe

MA: Queimadas na Amazônia cresceram 175% durante a pandemia, aponta Inpe

As queimadas na região da floresta amazônica no Maranhão cresceram 175% desde o dia 20 de março, quando o primeiro caso do novo coronavírus foi registrado no estado.

Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Entre 20 de março e 1º de julho, a Amazônia maranhense teve 40 focos de queimadas registrados em 2019, enquanto em 2020 foram 110 focos no mesmo período.

No bioma cerrado e na caatinga, também houve aumento no registro de focos durante a pandemia. Ao todo, o crescimento nas queimadas foi de 16,7% somando todos os biomas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *