Briga pelo comando do PCdoB em São Benedito do Rio Preto

Briga pelo comando do PCdoB em São Benedito do Rio Preto

prefeito José Maurício e Wilson Viana, atual presidente do PCdoB

Uma briga intestina do partido comunista, em São Benedito do Rio Preto, tem agitado a política da região do Leste Maranhense.

O prefeito José Maurício, cassado recentemente pela Justiça Eleitoral mas que permanece no cargo até o julgamento do seu recurso, decidiu sozinho quem seria o candidato à sua sucessão: o médico Bonifácio Gama.

Considerado um forasteiro, Dr. Gama não caiu bem no paladar político são-beneditense e boa parte do grupo do prefeito se insurgiu contra o projeto.

Mesmo assim, o prefeito José Maurício decidiu impor goela à baixo o seu candidato tirado do bolso e para garantir sua intenção, com medo de não conseguir emplacar o seu candidato dentro do atual comando municipal da legenda comunista, tentou uma espécie de “intervenção branca” no partido municipal.

José Maurício veio à direção estadual do PCdoB, pediu e foi atendido. Isto é, sem qualquer embasamento jurídico, modificou o cadastro eletrônico da Justiça Eleitoral, colocando seu próprio nome como presidente municipal do PCdoB de São Benedito.

Acontece que o verdadeiro presidente, eleito e empossado, Wilson Viana, não se sujeitou aos caprichos políticos do prefeito e fincou o pé: não largaria a presidência para a qual fora leito e cujo mandato só se encerra em novembro de 2021.

Na quebra de braço, os dois se reuniram com a direção estadual do partido que tentou intermediar um acordo. Porém, o prefeito Maurício não abriu mão do seu candidato e colega médico enquanto Wilson não admitiu uma decisão de cima pra baixo, passando a exigir que a escolha fosse feita pelos convencionais do partido no município, por ser mais democrático.

Sem entendimento, prefeito Maurício e Viana foram para às barras da justiça. Wilson já largou na frente contratando o renomado advogado Márcio Coutinho. Já o prefeito, se continuar perdendo na Justiça eleitoral, ficará sem o partido, sem candidato e até sem o mandato já que, para além dessa disputa interna partidária, ele também enfrenta duro processo de cassação.

É aguardar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *