A decisão coerente e leal do Pastor Gil

A decisão coerente e leal do Pastor Gil

Blog do Jorge Aragão

É impressionante como alguns políticos ainda apostam na “fraca memória” do eleitor, para tentar tirar dividendos, criando situações inexistentes.

O caso mais recente que se enquadra na afirmação acima é do presidente do PL no Maranhão, deputado federal Josimar de Maranhãozinho. Tanto Josimar quanto alguns de seus asseclas, querem, equivocadamente e até covardemente, colocar a pecha de traidor no deputado federal Pastor Gil (PL).

Josimar e asseclas deram chilique após o Pastor Gil, de maneira coerente e leal, estar presente e confirmado apoio à candidatura do deputado federal Eduardo Braide (Podemos) a Prefeitura de São Luís.

Josimar e sua trupe queriam que Pastor Gil simplesmente seguisse o caminho do PL na capital maranhense, passando por cima de sua coerência e lealdade.

No entanto, apesar de novato na política, estando no seu primeiro mandato, o Pastor Gil deu um verdadeiro exemplo que deveria ser seguido por todos os outros, não esquecer compromissos assumidos e aliados de primeira hora.

O Pastor Gil, em número de votos (47.758), foi o último entre todos os 18 deputados federais eleitos pelo Maranhão no ano de 2018. Foi inclusive a grande surpresa maranhense na Câmara Federal, quando foi eleito pelo PMN.

Só que isso só foi possível, além do reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Pastor Gildenemyr, graças aos inúmeros votos do deputado federal Eduardo Braide (189.843), que também foi eleito pelo PMN e com essa quantidade de votos conseguiu eleger mais um do PMN, justamente o Pastor Gildenemyr.

Depois de caminharem juntos em 2018, o Pastor Gildenemyr deixou claro e publicamente que sempre estaria no palanque de Eduardo Braide em 2020.

Sendo assim, o Pastor Gildenemyr só seria traidor se fizesse algo diferente do que havia se comprometido.

O Pastor Gil agiu com correção, coerência e lealdade, características cada vez mais raras em alguns políticos e que Josimar de Maranhãozinho parece desconhecer, afinal está criticando injustamente um membro do seu partido.

 

Leia mais notícias em www.dalvanamendes.com e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Blog por WhatsApp pelo telefone (98) 98784-1834.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *