Notícias

Facebook derruba rede de páginas coordenada por funcionários da Presidência e dos gabinetes de Flávio e Eduardo Bolsonaro

Facebook derruba rede de páginas coordenada por funcionários da Presidência e dos gabinetes de Flávio e Eduardo Bolsonaro

O Globo

O Facebook derrubou nesta quarta-feira uma rede com 88 contas, páginas e grupos ligados a funcionários dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro e aliados. Entre eles, estão o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e os deputados estaduais Alana Passos e Anderson Moraes, ambos do PSL no Rio de Janeiro. Para a empresa, o conjunto removido agia para enganar sistematicamente o público, sem informar a verdadeira identidade dos administradores, desde as eleições de 2018.

Os dados que constam das investigações da plataforma foram analisadas por pesquisadores americanos do Digital Forensic Research Lab (DRFLab), ligado ao Atlantic Council, especializados no combate à desinformação, às fake news e violação de direitos humanos em ambientes online.

Nos domínios do Facebook, a rede em questão atuava através de 14 páginas, 35 contas pessoais e um grupo. No Instagram, onde também houve remoção de conteúdos, foram identificadas 38 contas envolvidas com irregularidades. Juntas, essas engrenagens mobilizavam uma audiência de mais de 2 milhões de pessoas, de acordo com o DRFLab.

Após 13 dias, CTA inicia buscas em alto mar por pescadores desaparecidos

Após 13 dias, CTA inicia buscas em alto mar por pescadores desaparecidos

 

Na manhã desta quarta-feira (8) equipes do Corpo de Bombeiros e Centro Tático Aéreo (CTA), deram continuidade as buscas pelos 3 pescadores identificados como Francisco José Pereira de Araújo, de 25 anos, Lucas dos Santos, de 18 anos e André Veras Silva, de 37 anos. Eles estão desaparecidos há 13 dias quando saíram do Porto do Braga para pescar, no município da Raposa, Região Metropolitana.

De acordo com informações do chefe de departamento de resgate do CTA, tenente-coronel Alcir, as buscas hoje vão ser estendidas a 80 milhas, onde a equipe se deslocará para alto mar. Até esta terça, as buscas estavam sendo realizadas a uma distância de 25 milhas.

Entenda

Desde o último dia 25 de junho, três pescadores desapareceram após terem saído do Porto de Braga, no município de Raposa, região metropolitana de São Luís, com destino ao Farol de Santana, no município de Humberto de Campos, onde eram acostumados a pescar.

Segundo as primeiras informações, a viagem teria duração 5 dias, mas caso a pesca fosse boa, o trio poderia estender os dias. Por isso, alguns familiares demoraram a registrar o desaparecimento dos pescadores, que foi feito somente no último domingo (5).

Desde então, o Corpo de Bombeiros e o Centro Tático Aéreo (CTA) foram acionados para tentar localizar os três homens, mas, até agora, somente parte do material das vítimas como caixas de isopor, redes de pesca, bandeiras e sinalizadores do barco nas localidades Sinibutiu e Cararaím foram encontrados.

Ontem (7), as equipes se reuniram com familiares e pescadores da região para descobrirem mais detalhes sobre como funcionam as correntes marítimas e assim concentrar as buscas em um local mais exato onde possivelmente os pescadores desapareceram.

Jair Bolsonaro diz que testou positivo para covid-19

Jair Bolsonaro diz que testou positivo para covid-19

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para covid-19. A revelação foi feita hoje pelo próprio chefe do Executivo, em entrevista à TV Brasil. Ontem, ele sentiu alguns sintomas da doença e fez o exame em Brasília. O resultado foi divulgado no fim desta manhã.

“Começou domingo, com uma certa indisposição, se agravou na segunda-feira, com cansaço, indisposição e febre de 38 graus. O médico da presidência, apontando a contaminação por covid-19, fui fazer uma tomografia no hospital. Equipe médica decidiu dar hidroxicloroquina e azitromicina. Como acordo muito durante a noite, depois da meia-noite senti uma melhora, às 5 da manhã tomei a segunda dose e estou me sentindo bem”, disse Bolsonaro.

Boi de Periz de Cima anuncia live para próxima sexta-feira

Boi de Periz de Cima anuncia live para próxima sexta-feira

Com a pandemia do novo coronavírus, o meio digital se tornou um palco de apresentações, e também de solidariedade. Assim como já ocorreu com diversos grupos tradicionais que realizaram transmissões ao vivo pelas redes sociais, chegou a vez do Boi de Periz de Cima – Tradição de Bacabeira, proporcionar ao público sua apresentação junina virtual neste período de pandemia.

O grupo, com 40 anos de existência, anunciou que vai realizar uma live na próxima sexta-feira (10), às 20h. O show será transmitido no canal do Youtube, nas redes sociais e pela TV Rosário, canal 40.1. A brincadeira tem como cantadores Ribão D’Oludô e Paulo Roberto.

De acordo com a presidente do Boi de Periz de Cima, Helena Desterro, a ideia é manter a tradição do São João em meio as recomendações de distanciamento social provocadas pela pandemia do novo coronavírus. As apresentações também terão caráter solidário com o objetivo de arrecadar doações para famílias carentes.

O palco do espetáculo será o Restaurante Serve Bem e os internautas poderão sentir um pouco da vibração sem sair de casa. Durante a live os brincantes receberão diversas participações especiais. A programação começa às 20h e terá apresentação do jornalista Isaías Rocha.

O recurso tecnológico foi a ferramenta que os tradicionais batalhões de bumba meu boi, seja do sotaque de orquestra, matraca, zabumba, da baixada ou costa de mão, encontraram para manter uma tradição que atravessa o tempo e vem passando de geração em geração. E, para homenagear a principal manifestação cultural do estado que foi reconhecido com o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, no ano passado, os grupos estão realizando apresentações virtuais.

SERVIÇO

O quê? Live do Boi de Periz de Cima

Quando? Sexta-feira, dia 10 de julho

Horário: A partir das 20h00

Onde? No canal do YouTube, nas redes sociais e pela TV Rosário, canal 40.1

”Nosso projeto tem o povo como protagonista”, diz Rubens em encontro com lideranças no Cruzeiro do Anil

”Nosso projeto tem o povo como protagonista”, diz Rubens em encontro com lideranças no Cruzeiro do Anil

No evento organizado pela ex-vereadora Rose Sales, lideranças apresentaram propostas para plano de governo

Rubens Junior ao lado da ex-vereadora Rose Sales

A Aliança entre PCdoB, PP, PMB, DC e Cidadania para a eleição em 2020, garante a Rubens, pré candidato a Prefeitura de São Luís pelo PCdoB, um time de aproximadamente 210 pré-candidatos à Câmara Municipal. Esse número será reflexo, de forma direta, da presença de Rubens nas comunidades, há exemplo do que ocorreu na manha desta segunda feira(06), quando atendendo convite da ex-vereadora Rose Sales(Cidadania), ele esteve reunido com inúmeras lideranças no Cruzeiro do Anil.

Seguindo todas as orientações das autoridades sanitárias de saúde, por conta da pandemia do Covid 19, Rose Salles, que tenta retornar ao palácio Simão Estácio da Silveira pelo Cidadania, convidou Rubens para uma reunião com diversas lideranças com forte atuação naquela localidade. “Este é o momento de ouvir as pessoas, de colher propostas e formatar um plano de governo que, além de executável, reúna soluções reais para quem mais precisa”, explicou Rubens.

OUTROS CONVIDADOS
O encontro, que reuniu representantes de diversas localidades de São Luís, também serviu para debater questões importantes para a Zona Rural da capital, entre elas a atenção para a agricultura familiar, a estruturação das feiras, e o apoio aos pequenos criadores e produtores.

Em sua fala, Rubens destacou que além dessas reuniões presenciais, o movimento Diálogos Por São Luís, realizado por meio virtual, tem garantido um excelente nível de debates sobre o futuro da cidade. “Estamos colhendo propostas do povo, afinal, nosso projeto os tem como protagonistas. Chegaremos na campanha preparados para defender os anseios de quem faz o dia a dia de São Luís”, concluiu.

Agência Espacial Brasileira investirá em infraestrutura para Alcântara

Agência Espacial Brasileira investirá em infraestrutura para Alcântara

A Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI) formalizou na semana passada Plano de Trabalho em Conjunto com o Ministério da Infraestrutura (Minfra) para implementar ações relacionadas com o Programa de Desenvolvimento Integrado para o Centro Espacial de Alcântara (PDI-CEA). O documento foi assinado na quinta-feira (2) pelo Secretário-Executivo do Minfra, Marcelo Sampaio, e pelo presidente da AEB, Carlos Moura.

A reunião tratou ainda de projetos e sinergias relacionados a Alcântara, para melhorar a infraestrutura do município, com vistas a transformar o Centro Espacial em uma base de lançamento competitiva internacionalmente. O secretário comentou que conhece Alcântara e que sabe da sua riqueza cultural. Sampaio reforçou que será gratificante trabalhar em prol de entregas ao município e a toda sociedade brasileira.

Durante o processo de discussão do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), o Ministro de Ciência Tecnologia e Inovações, Astronauta Marcos Pontes, assegurou que, uma vez aprovado o acordo, AEB e MCTI se debruçariam no planejamento de todas as ações e melhorias técnicas e de infraestrutura para que Alcântara entre no mercado internacional de maneira competitiva, e leve a um processo de desenvolvimento socioeconômico inclusivo. “Essa parceria com o Ministério da Infraestrutura é um exemplo concreto do governo federal arregaçando as mangas para viabilizar a melhoria dos diversos modais de transporte que atenderão Alcântara e região”, afirmou o presidente da AEB, Carlos Moura.

Alcântara precisa de implementação de infraestrutura em seu retorno. Para isso, AEB/MCTI e MINFRA trabalharão juntos, a afim de entregar benefícios ao estado do Maranhão, e para o Brasil.

Mais de 85 mil servidores públicos receberam auxílio emergencial de forma irregular no Maranhão

Mais de 85 mil servidores públicos receberam auxílio emergencial de forma irregular no Maranhão

Um levantamento da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) apontou que 85.213 servidores públicos estaduais e municipais receberam de forma irregular o Auxílio Emergencial no Maranhão.

Os dados aponta que entre os 26 estados e o Distrito Federal, o Maranhão foi a unidade da federação em que mais servidores públicos receberam o auxílio. Em todo o país, mais de 317 mil funcionários públicos receberam o benefício e o prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 222,987 milhões.

No Maranhão, mais de R$ 62 milhões foram pagos indevidamente aos servidores públicos. Segundo a CGU, o valor pode ser ainda maior já que os dados foram baseados nos rendimentos pagos no mês de maio e, muitos servidores, receberam mais de uma parcela do benefício.

Ex-prefeito de Porção de Pedra morre vítima da Covid-19

Ex-prefeito de Porção de Pedra morre vítima da Covid-19

Gildásio Ângelo da Silva, mais conhecido como Dr. Gildásio, de 59 anos, ex-prefeito de Poção de Pedras/MA, morreu na noite desse domingo (5), no Hospital São Domingos, em São Luís, por conta de complicações causadas pela Covid-19.

Há dois meses o ex-prefeito do município lutava contra a doença. Gildásio foi também diretor da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), que por meio de nota lamentou seu falecimento.

Veja a nota da FAMEM

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) lamenta o falecimento do servidor público federal Gildásio Ângelo da Silva, ex-prefeito de Poção de Pedras e ex-diretor desta entidade com histórico de dedicação à causa municipalista.

Dr. Gildásio, de 59 anos, faleceu neste domingo (05) em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Ele estava internando há dois meses no Hospital São Domingos, nesta capital, em tratamento contra a doença.

A Famem se solidariza com a família, amigos e munícipes da região do Médio Mearim neste momento de imenso pesar.

Pesquisa Prever mostra que Rubens Júnior ainda pode crescer 99%

Pesquisa Prever mostra que Rubens Júnior ainda pode crescer 99%

Pré-candidato à Prefeitura de São Luís, Rubens Júnior

Os pré-candidatos à Prefeitura de São Luís que estão à frente na disputa eleitoral – os deputados Eduardo Braide (Podemos), Duarte Júnior (Republicanos) e Wellington do Curso (PSDB) – também fazem parte do grupo dos que têm maior rejeição dos eleitores. Não votariam de jeito nenhum em Eduardo Braide 3,9%, segundo pesquisa do Instituto Prever divulgada neste sábado (04/07) pelo blog do jornalista Diego Emir. Duarte é rejeitado por 3,3%, enquanto Wellington lidera esse índice com 7,4%, entre os três primeiros. Já alguns candidatos que tiveram porcentuais de intenção de voto mais baixa apresentam rejeição bem menor.

Teoricamente, quanto mais elevada é a rejeição, mais difícil fica para um candidato ampliar o seu eleitorado. E os menos rejeitados apresentam maior potencial de crescimento.

Os pré-candidatos com menor rejeição, segundo o Instituto Prever, são o deputado estadual Neto Evangelista com 3,1%; Madeira com 2,8%; Dr Yglesio 2,1%; Franklin Douglas 1,8%; Jeisael Marx 1,6%; Saulo Arcangeli 1,1%; Rubens Júnior 1,0%; Honorato Fernandes 0,8% e Silvio Antônio com 0,6%, como os dois não serão candidatos, o cenário de menor rejeição favorece Rubens Júnior e mostra que ele pode, sim, crescer na corrida pelo Palácio dos Leões, sede da prefeitura da capital.

QUEM VAI ABSORVER REJEIÇÃO?

O deputado Adriano Sarney é o mais rejeitado com 26,2%, seguido por Bira do Pindaré com 12,1%. A dupla está prestes a ocupar um patamar que inviabiliza uma candidatura. Uma rejeição acima de 50% é sinônimo de derrota certa, pois para um candidato ser eleito ele precisa ter metade mais um dos votos. Se ambos vierem a desistir da disputa, a situação pode complicar para os chamados ‘lideres’ que também encabeçam a lista dos pré-candidatos com rejeição alta.

A dúvida que fica é a seguinte: sem Adriano e Bira na disputa, quem vai absorver a rejeição na corrida eleitoral? Braide, Duarte ou Wellington? Nesse quesito, a situação seria pior para o Wellington e Braide, segundo os números divulgados hoje.

MAIORIA NÃO OPINOU

Outro ponto importante que merece ser destacado para quem tem a menor rejeição é a possibilidade de crescer ao longo da disputa. Isso porque, segundo o levantamento, no cenário espontâneo, 54% disseram que não sabem em quem votar ou não quiseram responder. Esse número revela falta de convicção do entrevistado na escolha dos pré-candidatos.

METODOLOGIA

A pesquisa do Instituto Prever possui uma margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatória simples de 1006 entrevistas que é de 3% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. O plano amostral consta de quotas proporcionais existentes no município pesquisado de acordo com as variáveis, Sexo, Faixa Etária e escolaridade referenciadas na base de dados do mês de maio de 2020 do TSE. A pesquisa está registrada com o seguinte protocolo MA-04571/2020.

Metodologia do Instituto Prever pode ter ‘inflado’ números a favor de Adriano Sarney

Metodologia do Instituto Prever pode ter ‘inflado’ números a favor de Adriano Sarney

O Questionário que o Instituto Prever usou para coletar dados na pesquisa que foi divulgada neste sábado (04/07) pelo blog do jornalista Diego Emir, provocou questionamentos na imprensa.

Primeiro a fazer uma abordagem sobre o assunto, o site Maranhão de Verdade, destacou que em vez de mostrar ao eleitor um cartão circular com os nomes dos candidatos, expediente usado para não privilegiar nenhum dos concorrentes, o Prever apresentou uma lista em ordem alfabética, conforme documento disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Questionário usado pelo Instituto Prever

Ao analisar o método que contraria a prática do mercado e causa estranheza entre os demais institutos, é possível destacar que o maior beneficiado foi o deputado Adriano Sarney (PV), que por ser o primeiro na ordem alfabética acabou sendo favorecido com os resultados.

A polêmica aumenta mais ainda quando comparamos os números da Prever com os da pesquisa Data Ilha, divulgada em fevereiro pelo blog do jornalista Clodoaldo Corrêa, registrada sob o número MA-01492/2020.

Naquele mês, nos dados da Estimulada, quando são colocados praticamente todos os pré-candidatos apontados, Adriano Sarney aparecia com apenas 0,8%.

Adriano Sarney aparece com apenas 0,8%, em fevereiro, pelo Instituto Data ilha

Sete meses depois, sem que tenha ocorrido algo que pudesse alavancar o parlamentar verde, eis que surge um novo levantamento cujo instituto apresentou os nomes dos pré-candidatos em ordem alfabética,  que colocou Adriano como o primeiro da lista do questionário usado na coleta.

A suposta manobra, ao que parece, demonstrou um resultado favorável ao próprio Adriano que pulou de 0,8%, na pesquisa Data Ilha, para 8,9% no levantamento do Prever.

A divulgação dos dados trouxe mais perguntas do que respostas como, por exemplo: a metodologia usada tinha objetivo de afetar diretamente no cenário eleitoral?

Ao ‘inflar’ os números em favor de um dos pré-candidato estão querendo escolher um adversário para o segundo turno?

Porquê colocaram Duarte Júnior em segundo lugar mesmo aparecendo empatado tecnicamente com Wellington?

Se a pré-candidata Detinha é ‘desconhecida’ do eleitorado ludovicense o que motivou sua ‘rejeição’ ter quase o mesmo patamar do que a de Eduardo Braide, mais conhecido do público?

Por fim, cabe uma última pergunta: num eventual segundo turno, seria mais fácil pra Braide vencer Duarte, considerado governista; Adriano, um legítimo saneisita ou Wellington, único que faz uma oposição mais incisiva a Flávio Dino?