Ficha limpa, Fernanda Gonçalo tem registro de candidatura à reeleição deferido pela Justiça

Ficha limpa, Fernanda Gonçalo tem registro de candidatura à reeleição deferido pela Justiça

Ficha limpa, Fernanda é liberada para disputar reeleição

A prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo (PMN), teve sua candidatura à reeleição, deferida pela Justiça Eleitoral. Na decisão, a juíza da 18ª Zona Eleitoral, Karine Lopes de Castro, entendeu que foram preenchidas todas as condições legais para o registro e não houve impugnação. O Ministério Público Eleitoral já havia se manifestado favoravelmente ao deferimento do pedido.

Fernanda terá como vice, o vereador Romualdo Oliveira (PSL), que também teve a candidatura deferida. Em seu plano de governo, ela defende 33 propostas como a continuação do Nossa Casa, programa que contribui para zerar o déficit habitacional; ampliação do restaurante cidadão, construção de CRAS nas localidades onde ainda não existe, continuidade dos programas sociais já existentes, construção de uma ETE na sede (Estação de Tratamento de Esgoto) e construção de novas escolas na sede e nos povoados.

Fernanda também promete a construção de novas creches na sede e nos povoados, distribuição de uniforme escolar para alunos do 1°, 2° e 3° anos, implantação de mais um Colégio Militar, realização de exames laboratoriais nas UBS’s dos povoados, criação do Centro Cultural Bacabeirense (Espaço semelhante a um museu), construção da casa da melhor idade, implantação do polo universitário e implantação de uma agência bancária na sede e correspondentes nos povoados.

Fernanda teve candidatura deferida no último dia 13

Além disso, a candidata à reeleição pelo PMN-33, também propõe o fortalecimento das manifestações culturais resgatadas e já existentes, construção do portal de entrada da cidade, construção de novas quadras poliesportivas e campos de futebol nos povoados, perfuração de novos açudes de valas comunitárias, utilização de energia solar nas instalações públicas de pequeno porte, incentivo a compra local, criação do programa Bolsa Universitário (ajuda de custo para despesas) e a criação da Lei do Emprego Local com redução de imposto para grandes e pequenas empresas instaladas no território do município que contratem a mão de obra local.

Por fim, ela também pretende implantar a feira itinerante do produtor rural, construir o Abatedouro Municipal, criar o programa Bolsa Rural para produtores locais, instalar vídeomonitoramento em todos os povoados, implantar postos de segurança em pontos estratégicos do município, asfaltar estradas vicinais, abrir e calçar novas ruas, perfurar mais poços, implantar rede de distribuição de água nos povoados, melhorar o sistema energético e ampliar os programas Habilitação na Mão, Jovem Aprendiz e Estagiário.

 

Leia mais notícias em www.dalvanamendes.com e siga nossas páginas no Facebook, no YouTube e no Instagram. Envie informações à Redação do Blog por WhatsApp pelo telefone (98) 98784-1834.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *