Fernanda Gonçalo lamenta morte de líder comunitária e decreta luto em Bacabeira

Fernanda Gonçalo lamenta morte de líder comunitária e decreta luto em Bacabeira

Maria da Conceição Santos Duarte faleceu durante uma apresentação do grupo da qual era fundadora e presidente.

Parecia um dia normal, assim como em vários outros eventos, o Grupo de Idosos de Peri de Baixo (GIPA) foi chamado a fazer a sua apresentação pública. Todos a postos, em frente ao palco montado no centro de convenções da cidade, quando a presidente do grupo e líder comunitária, Maria da Conceição Santos Duarte, conhecida por dona Concita, deu o seu ultimo bom dia aos presentes.

Emocionada, dona Concita sofreu um infarto fulminante e não resistiu a mais aquela apresentação. Presente no local, médicos e enfermeiros da Secretaria Municipal de Saúde tentaram reanima-la.

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo que é médico, estava no local ao lado da esposa – prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo, que celebrava 1000 dias de governo naquela ocasião, também ajudou nos primeiros atendimentos, até que a vitima chegasse ao Centro de Saúde do município.

Minutos depois, veio a triste notícia: dona Concita havia mesmo falecido. Abalada e em solidariedade a família, Fernanda Gonçalo cancelou o evento que foi encerrado naquele mesmo momento.

Dona Concita foi sepultada, na segunda- feira (30), em Peri de Baixo, sob forte comoção. Grupos de idosos de vários povoados do município participaram do cortejo. Durante o velório, diversas autoridades políticas foram pessoalmente se solidarizar com os familiares.

Além do casal de prefeitos – Hilton e Fernanda Gonçalo estiveram presentes, secretários, vereadores, o presidente da Câmara, Elias Lima; a prefeita de Rosário, Irlahi Linhares que estava acompanhada de vereadores do município vizinho.

Um decreto do poder executivo bacabeirense estabeleceu três dias de luto na cidade. Familiares, disseram que dona Concita morreu feliz e fazendo o que mais gostava. Ela deixa o esposo – seu Zé Belisca, os filhos – Jane, Neudiane, Neuberte e o filho de criação – Daniel Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *