Cidades

Conquista no Esporte: Prefeitura faz lançamento da nova fase do projeto ‘Judô São Mateus do Amanhã’

Conquista no Esporte: Prefeitura faz lançamento da nova fase do projeto ‘Judô São Mateus do Amanhã’

 

A prefeitura de São Mateus do Maranhão em parceria com o Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão (ICE/MA), Equatorial Energia e o Governo do Estado do Maranhão por meio da Lei do Incentivo ao Esporte, realizou neste sábado (9), o lançamento da nova fase do projeto ‘Judô São Mateus do Amanhã’, no Ginásio José Ovídio da Silva Dias, do município.

A nova fase do ‘Judô São Mateus do Amanhã’ é fruto da continuidade do patrocínio por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, que possibilitará a ampliação do atendimento para 100 crianças e adolescentes, garantindo práticas esportivas de judô no contra turno escolar e preparação para campeonatos locais e nacionais.

Iniciado há menos de dois anos, o Projeto conquistou 31 medalhas em cinco campeonatos. O bom desempenho dos atletas fez com que duas atletas conquistassem vaga para a final do Campeonato Brasileiro de Judô, realizado em agosto, na cidade de Curitiba. Outra vitória foi a classificação de uma judoca de São Mateus para os Jogos Escolares do Brasil.

De acordo com o prefeito em exercício, Ivo Rezende,  objetivo é dá continuidade a  valorização e formação esportiva dos participantes em diferentes níveis educacionais.

“Nosso objetivo é  dá continuidade ao trabalho que já  estamos realizando há quase dois anos, com o projeto Judô São Mateus do Amanhã, que trouxe muita alegria ao nosso município, pelas conquistas alcançadas pelos nossos esportistas, e assim, dá oportunidade para outros jovens  através do incentivo a prática de esportes ”, salienta.

Estiveram presentes no evento, o prefeito licenciado, Miltinho Aragão, secretário adjunto da estadual de Esportes e Lazer (Sedel), Neto Azevedo, o prefeito em exercício, Ivo Rezende, secretários municipais, Alda Miranda, Altemir Miranda e Cleyton Ferreira, secretária adjunta de Esportes, Klicia Barros, representante do ICE/MA, Deborah Ferreira, o Conselheiro e idealizador do Projeto, Gustavo Almeida, representante da Equatorial Energia, Laíse Rabelo, o presidente da Federação Maranhense de Judô, Rodolfo Leite e a judoca, Adriele Pinheiro.

Fernanda Gonçalo inaugura neste domingo (10) novo hospital para reforçar a saúde em Bacabeira

Fernanda Gonçalo inaugura neste domingo (10) novo hospital para reforçar a saúde em Bacabeira

 

 

A Prefeitura de Bacabeira, administrada por Fernanda Gonçalo inicia uma nova fase no setor de saúde da cidade. Será inaugurado neste domingo (10), o novo Hospital e Maternidade Naila Teixeira de Sousa (Naila Gonçalo.

O hospital foi construído com recursos próprios do município e será entregue no dia em que a cidade comemora 25 anos de emancipação política.

Desde que assumiu a administração em 2016, o governo da atual prefeita, tem realizado trabalhos inéditos na história do município. É claro, Fernanda Gonçalo se consagrou como a melhor prefeita do Brasil.

 

Reitor Natalino Salgado anuncia membros da sua equipe de gestão na UFMA

Reitor Natalino Salgado anuncia membros da sua equipe de gestão na UFMA

O reitor Natalino Salgado usou o seu perfil no Instagram para anunciar o nome daqueles que vão compor sua gestão. O professor doutor toma posse na próxima terça-feira (12), em Brasília e depois ocorre uma solenidade em São Luís na quarta-feira (13).

Natalino Salgado decidiu enxugar o número de pro-reitorias, incorporando a pasta de Planejamento junto com Finanças, além de ter tornado a Pos-Graduação em uma agência que vai englobar outros setores.

Para a pró-reitoria de Ensino, assume Isabel Ibarra; o atual vice-reitor Fernando Carvalho será pró-reitor de Pós-graduação; Zefinha Bentivi será pró-reitora de Extensão e Cultura; Leonardo Soares será o pró-reitor de Assistência Estudantil; Walbert Pontes será o pró-reitor de Finanças, Planejamento e Transparência e Joyce Lages será mantida no comando do HUUFMA.

Câmara de São Luís realiza segunda audiência para discutir novo Plano Diretor

Câmara de São Luís realiza segunda audiência para discutir novo Plano Diretor

Segunda Audiência Pública para discutir a proposta do novo Plano Diretor da capital maranhense

Câmara de São Luís realiza segunda audiência para discutir novo Plano Diretor Foto: Handson Chagas

Seguindo o cronograma divulgado pela Câmara Municipal de São Luís, foi realizada na noite desta terça-feira (5), no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na área Itaqui-Bacanga, a segunda audiência pública para discutir a proposta do novo Plano Diretor da capital maranhense, elaborado pela Prefeitura.

Durante o encontro, o projeto foi mais uma vez apresentado à população. As audiências, oito no total, têm como finalidade debater a reordenação de políticas voltadas para áreas urbana e rural da cidade.

Estiveram presentes vereadores, secretários municipais, estudantes, lideranças comunitárias e demais representantes da sociedade civil organizada. O Plano Diretor da cidade é uma lei de diretriz de desenvolvimento para o município. A proposta foi resultado de discussões promovidas em mais de 40 reuniões realizadas no Conselho da Cidade (Concid).

Foto: Handson Chagas

De acordo com o presidente do Instituto da Cidade, Pesquisa e Planejamento Urbano e Rural (INCID), Marcelo do Espírito Santo, a lei vigente possui 168 artigos, dos quais, após revisão, 19 artigos foram excluídos; 86 permaneceram sem alterações; 63 artigos foram alterados e/ou atualizados; 59 artigos incluídos e atualização de tabelas e mapas. A nova proposta contém 208 artigos e precisa ser aprovada pelo Legislativo.

O diagnóstico urbanístico apresentado aos participantes analisou a ocupação e uso do solo no território do município de São Luís, desde a sua última revisão e, apesar de técnico, atraiu a atenção de todos que ali estavam.

Os principais pontos discutidos foram sobre a diminuição das áreas rurais, das áreas protegidas por dunas, na área de recarga de aquíferos, da área ambiental do Sítio da Santa Eulália e, por fim, a diminuição da área da APA do Maracanã.

Foto: Handson Chagas

Ao fim, da apresentação técnica, o microfone foi aberto para perguntas e contribuições dos demais presentes.

O presidente da Câmara, Osmar Filho (PDT), que presidiu a audiência, declarou que a propositura ainda tem que cumprir um rito de tramitação na Casa e aguardar o parecer das Comissões Técnicas responsáveis. “A troca de ideias nestas duas audiências públicas foi muito importante e produtiva. Acredito que, após o término das audiências, em breve, o projeto de revisão do Plano Diretor possa ser colocado na pauta para a última discussão em plenário e votação”, projetou Osmar Filho.

Também estiveram presentes os vereadores Pavão Filho (PDT), Umbelino Júnior (Cidadania), Raimundo Penha (PDT), Genival Alves (PRTB), César Bombeiro (PSD), Dr. Gutemberg (PSC) e Marcial Lima (PRTB); o deputado estadual Wellington do curso (PSDB); o promotor de Justiça e titular da Promotoria Especializada de Proteção do Meio Ambiente, Fernando Barreto, o presidente do Conselho da Cidade e o secretário municipal de Projetos Especiais, Gustavo Marques.

A próxima audiência ocorrerá às 09 horas, no dia 09 de novembro (sábado), na Escola Estadual Professor Mário Martins Meireles, situada na Avenida Engenheiro Emiliano Nogueira, km 15, Rua 06, s/n, Mangue Seco, bairro Pedrinhas.

Câmara inicia debate sobre Plano Diretor de São Luís nesta sexta-feira

Câmara inicia debate sobre Plano Diretor de São Luís nesta sexta-feira

A Câmara Municipal de São Luís inicia, nesta sexta-feira (01), uma série de audiências públicas inéditas que serão realizadas com o objetivo de discutir com a sociedade a proposta do novo Plano Diretor da capital maranhense, encaminhada à Casa de Leis pela Prefeitura.

A primeira audiência ocorrerá no Teatro Viriato Corrêa, no IFMA do Monte Castelo, no Centro, a partir das 19h. Informações detalhadas sobre os demais encontros estão disponíveis no site da Câmara, no campo Plano Diretor.

Estão sendo esperados, além de centenas de moradores de bairros situados nesta região da cidade, representantes de diversos segmentos; membros do Conselho da Cidade; e representantes do próprio Município, por exemplo.
Os trabalhos serão coordenados por uma Mesa Diretora composta pelos vereadores que presidem as Comissões Temáticas responsáveis em analisar a proposta e organizar o fórum de discussão.

Após explanação acerca do projeto do novo Plano Diretor, todos os participantes terão direito de dar a sua opinião e fazer questionamentos.

“O objetivo principal é estimular o debate, oferecer ao cidadão a oportunidade de fazer questionamentos, dirimir as dúvidas e contribuir com a proposta do Plano. O resultado destas audiências, com toda certeza, baseará o entendimento dos parlamentares no momento em que os mesmos, no Plenário, darão o seu voto relacionado ao projeto encaminhado pelo Executivo”, afirmou o presidente da Câmara, vereador Osmar Filho (PDT).

No total, serão promovidas oito audiências públicas – sendo quatro na zona urbana e quatro na zona rural (nesta região, para oferecer comodidade e estimular a participação popular, a CMSL disponibilizará ônibus para fazer o transporte dos moradores, caso haja necessidade) – durante o mês de novembro.

A definição dos locais e datas ocorreu de forma democrática após reuniões entre Osmar Filho; os vereadores que presidem as Comissões Temáticas – quais sejam Pavão Filho (Constituição e Justiça), Umbelino Júnior (Mobilidade Urbana), Edson Gaguinho (Indústria e Comércio) e Estevão Aragão (Saúde e Meio Ambiente) – e membros do Conselho da Cidade e de entidades representativas da sociedade. Também participaram dos encontros outros parlamentares membros de Comissões, como Honorato Fernandes, Genival Alves e Marquinhos, por exemplo.

Famílias de baixa renda podem solicitar abatimento na conta de luz em São Mateus

Famílias de baixa renda podem solicitar abatimento na conta de luz em São Mateus

A prefeitura de São Mateus do Maranhão e a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) lançaram a Campanha ‘Tarifa Social de Energia Elétrica’, na última terça- feira, 29. O acordo vai permitir que sejam incluídos no programa de descontos da conta de luz, famílias de baixa renda, indígenas e quilombolas.

“Esta parceria do Tarifa Social vai atender famílias de baixa renda e comunidades indígenas e quilombolas com redução de 65% e até 100% de suas tarifas de energia elétrica, permitindo que essas pessoas usem o dinheiro economizado para aquisição de alimentos e outros produtos”, disse o prefeito interino Ivo Rezende.

Têm direito aos descontos da tarifa social de até 65% os beneficiários de baixa renda que estejam inscritos no CadÚnico, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional; ou beneficiários do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC. Os descontos de até 100% são para famílias indígenas ou quilombolas, por faixa de consumo.

A atualização e a inclusão no CadÚnico podem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), ou na Secretaria Municipal de Assistência Social. Após a regularização do cadastro, o beneficiário pode solicitar a participação no programa nas agências de atendimento da Cemar.

A regularização dos cadastros garante também que os beneficiários não percam outros programas federais e estaduais de complementação de renda, como o Bolsa Escola, Bolsa Família, Água para Todos, Benefício de Prestação Continuada (BPC), dentre outros.

Estiveram presentes no evento, o prefeito em exercício, Ivo Rezende, secretário de Assistência Social, Cleyton Ferreira, secretário de Juventude, Altemir Miranda, representante da Cemar, Ismael Nascimento e coordenadora do Cadastro Único e Bolsa Família, Janaína Sotério.

Moradores do Coroadinho e bairros vizinhos recebem ações do Saúde na Comunidade

Moradores do Coroadinho e bairros vizinhos recebem ações do Saúde na Comunidade

Genival Alves participou da programação e recebeu os agradecimento dos moradores.
Genival Alves participou da programação e recebeu os agradecimento dos moradores.

Moradores do Coroadinho e de bairros vizinhos foram beneficiados, neste último sábado (26), com ações do projeto Saúde na Comunidade, iniciativa pioneira em São Luís e no Maranhão, executada pelo vereador Genival Alves (PRTB) desde 2017, e que já se tornou referência no oferecimento gratuito de serviços de saúde básica e preventiva.

Centenas de pessoas participaram das atividades desenvolvidas na chamada Praça do Bradesco.

“Trata-se de um projeto maravilhoso, que aproxima as pessoas, em especial as mais carentes, dos serviços básicos de saúde. O vereador Genival acertou e está de parabéns em promover esta iniciativa”, comentou o pastor evangélico Wanderson Sousa.

Na área da Praça, foram promovidas atividades como oficinas de beleza; recreação para as crianças; oficinas pedagógicas; aferição da pressão arterial; dentre outros.

Já na Carreta da Saúde (veículo climatizado, adaptado e que foi adquirido pelo próprio vereador), foram disponibilizadas consultas médicas e odontológicas; aplicação de flúor; distribuição de medicamentos; vacinação; testes médicos rápidos; preventivos.

“Já tinha ouvido falar do projeto e hoje pude conhecer de perto. É muito bom. São vários serviços sendo oferecidos gratuitamente perto de casa. Agradeço o vereador Genival pela iniciativa e comprometimento para com as famílias mais carentes”, disse a comerciante Yara dos Santos.

Genival Alves participou de toda programação. O parlamentar conversou com os moradores, ouviu suas reivindicações e recebeu vários gestos de apoio e de carinho.

Segundo o vereador, o Saúde na Comunidade e a Carreta da Saúde foram pensados por ele e sua equipe para beneficiar, principalmente, os mais carentes e necessitados.

“Desenvolvemos este trabalho com amor e pensando no próximo, principalmente àqueles mais carentes e que tem dificuldades de obter os serviços básicos de saúde. É por isso que a cada edição, quando recebemos estas manifestações de carinho, ratifico a certeza de que estamos no caminho certo”, avaliou Alves.

Além de bairros da capital maranhense, o projeto Saúde na Comunidade também já levou suas ações para outros municípios, como São José de Ribamar e Humberto de Campos.

Guimarães tem quase R$ 3 milhões bloqueados pela justiça para pagar dívidas deixadas pelo ex-prefeito Padre William

Guimarães tem quase R$ 3 milhões bloqueados pela justiça para pagar dívidas deixadas pelo ex-prefeito Padre William

 

A cabeça do atual prefeito de Guimarães, Osvaldo Gomes está a mil por hora desde que a Prefeitura foi notificada pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, que determinou o bloqueio de R$ 2.771.270,71 (dois milhões setecentos e setenta e um mil duzentos e setenta reais e setenta e um centavos) para pagamento de precatórios, resultantes de dívidas deixadas por ex-prefeitos do Município de Guimarães, como mostra o Portal da Prefeitura.

A dívida total é de R$ 6.499.370,58 (seis milhões, quatrocentos e noventa e nove mil, trezentos e setenta reais e cinquenta e oito centavos). O maior montante da dívida corresponde a processos trabalhistas pleiteados por funcionários municipais relativos ao pagamento de insalubridade, risco de vida no trabalho e adicional noturno, protocolados na Justiça em 2010 e 2011, período em que o prefeito era o Padre William.

Segundo o site da Prefeitura de Guimarães, existem dívidas que foram proteladas a mais tempo como por exemplo, do imóvel da Câmara Municipal e os vencimentos de ex-vice-prefeito correspondente a três anos. A Justiça parcelou o primeiro sequestro em 12 parcelas mensais no valor R$ 230.939,23 (duzentos e trinta mil, novecentos e trinta e nove reais e vinte e três centavos) cujos valores sairão do Fundo de Participação do Município de Guimarães (FPM), sendo que a média mensal do Fundo é de R$ 540.000,00 (quinhentos e quarenta mil reais).

Com muita dificuldade, a Prefeitura de Guimarães já conseguiu pagar as parcelas dos meses de agosto e setembro, mas está propondo um acordo com os credores, por intermédio da Procuradoria Municipal, a fim de que as dívidas não venham comprometer o pagamento do funcionalismo público, que já enfrenta dificuldades financeiras.

Para o mês de dezembro de 2019, o Tribunal já fixou outro precatório no valor de R$ 2.528.099,87 (dois milhões, quinhentos e vinte oito mil, noventa e nove reais e  oitenta e sete centavos). Já para o ano de 2020, o último precatório será no valor de R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais).

A primeira proposta de pagamento feita pela prefeitura seria de R$ 70.000,00 (setenta mil reais) mensais, mas foi rejeitada pelo representante dos credores. A Procuradoria Geral do Município de Guimarães vem buscando esforços para encontrar uma alternativa que não inviabilize as finanças do Município, que já começam a sentir o efeito da má gestão de ex-prefeitos.

Casa do Cidadão começa a emitir Cartão SUS em Santa Rita

Casa do Cidadão começa a emitir Cartão SUS em Santa Rita

 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social , através da Casa do Cidadão criada para facilitar a vida dos moradores de Santa Rita-MA, reunindo diversos serviços em um único lugar, agora pode contar com mais um beneficio, a emissão do Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS).

O Secretário de Desenvolvimento Social, Júnior Enfermeiro em parceria com a prefeitura, comandada pelo médico, Hilton Gonçalo, trabalham para que a população tenha seus problemas solucionados com mais agilidade.
“O nosso foco é prestar atendimento com qualidade, eficiência e agilidade. Queremos facilitar para o cidadão santarritense e hoje nós também atendemos algumas cidades vizinhas”, disse o secretário.

De acordo com balanço divulgado pela secretária os serviços com maior procura são; emissão de RG, carteira de trabalho, certificado de reservista, CPF dentre outros.

EMISSÃO DO CARTÃO DO SUS

O Cartão Nacional De Saúde (Cartão SUS) é um documento que possibilita a identificação do usuário ao utilizar o Sistema Único de Saúde – SUS. O cadastro é o registro oficial que identifica o usuário para o SUS com as informações de saúde.
Para fazer o cadastro do SUS, o usuário deverá comparecer a Casa do Cidadão munido de carteira de identidade e o CPF. É importante já levar também o comprovante de residência para já inclui-lo no cadastro e deixá-lo completo. Para os menores de 16 anos que não possuem CPF será necessário a Certidão de Nascimento ou Declaração de Nascidos Vivo – DNV.

O Usuário que já possui o Cartão SUS, deve informar na Casa do Cidadão alterações de dados existentes no cadastro, como: nome, estado civil, telefone, número de documentos, endereço e outros.

Jornalista é agredido, por suposto segurança do Supermercado Mateus em São Luis

Jornalista é agredido, por suposto segurança do Supermercado Mateus em São Luis

Udes Filho informou que acionará a Justiça em busca de reparação, para que o respeito ao cidadão, ao cliente e ao profissional de imprensa e a Liberdade de Expressão prevaleçam
O jornalista, blogueiro e produtor de conteúdo digital Udes Cruz Filho, usou o seu perfil na rede social Facebook para divulgar um vídeo e denunciar agressão, abuso de autoridade e constrangimento ilegal sofridos por ele no interior do Mateus Supermercados, no bairro da Cohab, na noite de quarta-feira (2) de outubro.
Udes explicou que se encontrava na fila do caixa, em companhia de sua esposa, quando notou uma movimentação atípica e seguindo seus instintos de profissional de imprensa, preparou o seu celular e começou a filmar a ocorrência, que envolvia um suposto policial militar / segurança, descaracterizado e armado e um homem que portava uma faca, adquirida no interior do próprio supermercado.
“Alguns funcionários caracterizados informaram que o segurança do estabelecimento se tratava de um policial à paisana, mas continuei a fazer a filmagem […] Quando ele percebeu que a situação estava sendo filmada, demonstrou mais preocupação comigo do que com o homem que portava a faca. O segurança / PM se voltou em minha direção, se identificando verbalmente como policial militar e exigindo que eu parasse de filmar a ação, pois, segundo ele, eu não estava autorizado a fazer a gravação”, explicou Udes.
Além do segurança / policial, outros funcionários caracterizados demonstraram mais preocupação com a filmagem do que com o homem com a faca. “Informei ser um profissional de imprensa, mas as ordens para parar de filmar continuaram e junto das ameaças de que eu teria que ser conduzido até a delegacia”.
Udes relata que continuou a filmar até que o segurança/policial, com a ajuda de outros funcionários, em um ato de agressão, derrubou o celular de suas mãos e atentando contra a liberdade de expressão e liberdade de imprensa, confiscou o aparelho.
Veja no vídeo:

O homem com a faca ficou em segundo plano e foi convencido a entregar a faca por outros clientes que estavam no local, inclusive, o próprio jornalista.
Após o incidente, o segurança/PM tentou devolver o aparelho, mas o jornalista teria dito que só receberia das mãos dele na delegacia. Segurança sumiu logo após ouvir a negativa.

“Procurei então alguém do supermercado para pedir esclarecimentos. Uma mulher, que se apresentou apenas como Maria (se negando a dar o sobrenome), se qualificando como gerente, apesar de ter presenciado tudo, disse que não sabia de nada, que não conhecia ninguém, não sabia dizer o próprio nome completo. Mas estranhamente foi das mãos dela que recebi o celular, levado pelo segurança / policial.”

É importante ressaltar, que filmar uma ação policial é o exercício pleno do direito fundamental da liberdade de expressão e pode ser um ato de fiscalização da atuação do poder público.

Udes informa que acionará a Justiça em busca de reparação, para que o respeito ao cidadão, ao cliente e ao profissional de imprensa e a Liberdade de Expressão prevaleçam.