Caso de polícia: Vereador Chaguinhas denúncia montagem de conversas falsas no WhatsApp com seu nome

Caso de polícia: Vereador Chaguinhas denúncia montagem de conversas falsas no WhatsApp com seu nome

28ad105a-743a-4011-bbdd-7635543fef16

O vereador Francisco Chaguinhas (PP) divulgou nota em seu perfil no Facebook, repudiando o uso criminoso do seu nome em material apócrifo. A nota foi motivada depois que o nome do parlamentar foi usado em uma montagem que está circulando nas redes sociais. Na imagem, consta um falso grupo de WhatsApp que, em nenhum momento, foi criado pelo vereador.

A montagem grosseira é divulgada como se Chaguinhas tivesse criado o grupo para tratar de assuntos relacionados à campanha do candidato Eduardo Braide (PMN) do qual é o principal apoiador na região do São Cristóvão. Na imagem falsa que simula um grupo de troca de mensagens constam ainda os nomes do suplente de vereador Carioca (PHS) e do ex-prefeito de Anajatuba, Helder Aragão (PMDB).

 — Gostaria de repudiar o uso criminoso do meu nome em uma montagem grosseira de um falso grupo de WhatsApp que está circulando nas redes sociais. Ao mesmo tempo em que repudio essa prática, reitero que já estou tomando as medidas cabíveis com o objetivo de identificar os responsáveis para que o uso indevido da imagem seja reparado  — diz trecho da nota .

Ao repudiar a montagem, o parlamentar reforçou que não faz uso deste tipo de aplicativo de troca de mensagens.

  — Não uso Whatsapp. Portanto, reafirmo que a imagem que circula nas redes é falsa e demonstra apenas o desespero daqueles que estão prestes a perder o poder  — concluiu.

Grupo Sarney se une a Edivaldo para tentar prejudicar candidatura de Eduardo Braide

Grupo Sarney se une a Edivaldo para tentar prejudicar candidatura de Eduardo Braide

Edivaldo-Holanda-Júnior-e-Roseana-Sarney-a-população-de-São-Luís-quer

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) desmascarou uma farsa que vinha sendo mantida pela alta cúpula do PMDB maranhense para esconder o apoio do partido ao prefeito Edivaldo Júnior (PDT), já declarado, inclusive, publicamente.

A direção do PMDB municipal, ligada ao senador João Alberto de Sousa, declarou apoio oficial a Holandinha ainda no início do primeiro turno. O candidato do PDT chegou a posar para fotos ao lado dos peemedebistas, mas depois negou que tivesse o apoio do partido. A análise foi feita pelo jornalista e blogueiro Marco Aurélio D’Eça, que comunga da mesma opinião da editora deste blog.

Em seguida, agentes do PMDB e ligados à família do ex-presidente José Sarney fizeram reclamações públicas de que Braide estaria renegando o apoio do grupo, após tentar obtê-lo no primeiro turno.

As declarações foram usadas pelos aliados de Holandinha para atacar Braide, com apoio dos próprios sarneysistas.

Em contundente discurso na tribuna da Câmara Federal, não desmentido por nenhum outro peemedebista ou pedetista maranhense, Hildo revelou a existência de um acordo das duas legendas, “por debaixo dos panos”, para favorecer a candidatura de Edivaldo Júnior.

– Jamais o candidato a vereador mais votado do PMDB, Alex Paiva, iria declarar apoio a Edvaldo Holanda sem o consentimento do senador João Alberto que é, e sempre foi o seu patrocinador. Essa é a realidade. Nós temos que ser verdadeiros. Não é assim que se procede. Nós temos que ter sinceridade. Infelizmente usaram a desfaçatez com a finalidade de prejudicar o candidato Eduardo Braide, e eu não posso concordar e nem me calar perante um fato terrível como esse – desabafou Hildo.

VEJA O VÍDEO

TJ desmente Flávio Dino sobre salários de R$ 55 mil de desembargadores maranhenses

TJ desmente Flávio Dino sobre salários de R$ 55 mil de desembargadores maranhenses

dino_cleones

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Cunha, emitiu hoje (24) nota oficial por meio da qual desmente informação dada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) sobre os salários dos desembargadores maranhenses.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, disse que recebera do comunista a informação de que, no Maranhão, os desembargadores recebem, todos, mais de R$ 55 mil por mês

 — O governador do Maranhão, Flávio Dino, me disse que não há nenhum desembargador ganhando menos do que R$ 55 mil no Estado. O teto nacional é de R$ 33 mil  — declarou o ministro.

Leia abaixo o comunicado da presidência do TJ-MA

A Presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão informa que não é verdadeira a informação de que os desembargadores não recebem menos que R$ 55 mil de salário.

As remunerações de todos os desembargadores, juízes e servidores do Poder Judiciário maranhense estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência do TJMA e comprovam que os recebimentos de todos dos desembargadores não alcançam o valor informado.

Subsídio, auxílios e vantagens eventuais sendo pagos em conformidade com a lei, estando tanto o rendimento bruto, quanto líquido, bem abaixo do que foi informado ao jornal A Folha de São Paulo (sic!).

Zé Reinaldo pode deixar o PSB pelo PSDB

Zé Reinaldo pode deixar o PSB pelo PSDB

O deputado federal Zé Reinaldo (PSB) pode disputar as eleições de 2018 contra o governador Flávio Dino (PCdoB)

 O ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB) pode trocar de partido e ainda se cacifar para ser eventual candidato ao governo do Maranhão, nas eleições de 2018, a informação foi abordada no blog do jornalista Mário Carvalho.

Muita gente deve estar se perguntando para qual partido Zé Reinaldo deve migrar, já que o senador Roberto Rocha (PSB) deve sair candidato ao governo nas próximas eleições. Ele deveria deixar o PSB e entrar nas hotes do PSDB, com o aval do presidente estadual da legenda e atual vice-governador Carlos Brandão.

No entanto, a possível decisão a ser tomada num futuro não muito distante deixaria uma cisão ainda maior com o pupilo comunista Flávio Dino, que irá em busca da reeleição. Mas como Zé Reinaldo não é bobo nem nada, tudo pode acontecer.

“Se ficasse neutro estaria ajudando o prefeito”, diz Wellington do Curso ao declarar apoio a Braide

“Se ficasse neutro estaria ajudando o prefeito”, diz Wellington do Curso ao declarar apoio a Braide

Welligton  com Eduardo Braide na Caminhada do 33, após declarar apoio ao PMN
Welligton com Eduardo Braide na Caminhada do 33, após declarar apoio ao PMN

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) declarou hoje (24) em discurso na Assembleia Legislativa apoio a candidatura do candidato do PMN, Eduardo Braide, na disputa pela prefeitura de São Luís.

 — Se declarasse voto no prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) estaria traindo minha consciência e se ficasse neutro estaria contribuindo, ajudando o prefeito  — disse.

Veja o vídeo: Paciente com diabetes denuncia falta de materiais básicos em hospital

Veja o vídeo: Paciente com diabetes denuncia falta de materiais básicos em hospital

O caos na Saúde pública em São Luís diferente do que o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) anuncia na propaganda eleitoral  já vinha sendo denunciado pelos próprios pacientes, obrigados a comprar, eles próprios, até gaze e esparadrapo para curativos como mostra o vídeo que foi regitrado na  Unidade Mista do Bequimão em São Luís.

Veja o video abaixo:

 

Servidora denuncia pagamento de propina para evitar greve no Samu em São Luís

Servidora denuncia pagamento de propina para evitar greve no Samu em São Luís

samu

A secretária de Saúde, Helena Duailibe, esteve pessoalmente na unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, durante o fim de semana com uma missão espinhosa: evitar, com pagamento de propina, uma greve do setor, prevista para esta segunda-feira, 24. As  informações são do jornalista Marco Aurélio D’Eça .

E a oferta foi feita diretamente aos líderes da unidade,  segundo denúncia de áudio a que este blog teve acesso.

No áudio, uma mulher, que parece ser servidora do próprio SAMU, revela a outra que há desvio de recursos, acusa a secretária de aliciar servidores para não denunciar o caos na unidade e desmente o próprio prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

– Ele faz propaganda dizendo que tem 17 ambulâncias rodando, quando, na verdade, a gente não tem 17 ambulâncias rodando – afirma a mulher do áudio.

(Ouça  aqui o áudio)

A mulher desmente também a própria Helena Duailibe, que apontou gastos de R$ 42 mil para conserto de macas quando, segundo ela, nunca foi feito conserto de macas no SAMU.

Até o aluguel da sede do Samu, de R$ 28 mil, é considerado superfaturado pela mulher, que vê na unidade o maior desvio de recurso na área da Saúde de São Luís.

No áudio, a mulher revela ainda bate-boca entre servidores e a secretária, com acusações de que um e outro recebe dinheiro para impedir a greve.

– Teve uma reunião a portas fechadas na casa dela com Edivaldo Holanda e alguns funcionários do Samu onde foi acordado este dinheiro que está sendo pago para dois funcionários fazer essa distribuição de dinheiro para outros funcionários, para convencer o pessoal a não entrar em greve – revela a funcionária, que garante:

– Segunda-feira a gente vai fazer a paralisação de aviso e, em 72 horas, a gente vai fazer a nossa greve.

Edivaldo Júnior é denunciado por usar secretários na propaganda eleitoral

Edivaldo Júnior é denunciado por usar secretários na propaganda eleitoral

Advogados do candidato do PMN à Prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, ajuizaram, na última quinta-feira (20), ação em que acusam o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) de cometer crime eleitoral por entender que o denunciado praticou propaganda irregular. As informações são do blog Isaias Rocha.

Desesperado, Edivaldo ‘escancarou’ o uso da máquina na propaganda de TV.

Desesperado, Edivaldo ‘escancarou’ o uso da máquina na propaganda de TV.

Na ação que tramita na 91º Zona Eleitoral, os advogados de Braide consideraram  que o pedetista infringiu a legislação ao veicular duas propagandas de TV , na semana passada, com a participação dos secretários Helena Duailibe, titular da Secretaria de Saúde; e Moarcir Feitosa, que comanda a Secretaria Municipal de Educação. A lei eleitoral veda este tipo de conduta.

Além da participação de Helena, Edivaldo não se intimidou em grava no prédio público em reforma.

Além da participação de Helena, Edivaldo não se intimidou em grava no prédio público em reforma.

Conforme expresso no artigo 73 da Lei eleitoral 9.504, é proibido “ceder servidor público ou empregado da administração direta ou indireta federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou empregado estiver licenciado”.

No Diário Oficial do Município não consta se Helena e Moacir estão de férias ou afastados de seus cargos.

Abaixo a cópia dos processos em tramitação.

helena

moacir

Falta de habilitação de ‘cinquentinha’ dará multa a partir de 1º de novembro

Falta de habilitação de ‘cinquentinha’ dará multa a partir de 1º de novembro

cinquentinhas_5

Além do aumento dos valores das multas de trânsito, começa a valer em 1º de novembro a exigência de habilitação para guiar motos “cinquentinhas”, como são conhecidos os ciclomotores, informa o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A aplicação dessas multas foi adiada 3 vezes: a previsão inicial era começar em março passado.

O Denatran chegou a dizer que a cobrança começaria em junho último, mas depois voltou atrás e declarou que seria apenas a partir de novembro. Na época, vários estados chegaram até a emitir as multas e o órgão indicou que os usuários podiam recorrer.